Esmalterapia com a Carmine :: ReNove

09.02.2011 | Categorias | 9ml, Renove

A história de hoje é com a Carmine . Vou falar pouco e deixar que ela mesma conte…

Eu roía as unhas desde que nasci. Costumava dizer que se existisse ultra-som naquela época, com certeza um deles sairia com minha mão na boca!Tamanha era a fixação por roer unha, que devo ter roído até no ventre da minha mãe!
Fiz de tudo pra parar, inclusive minha mãe ameaçava não me dar presente de Natal se eu não parasse de roer. Eu devia ter uns seis anos…e batia o desespero quando na véspera de Natal eu via minhas unhas roídas.Sempre ganhava presente, mas todo ano era a mesma ameaça. Tentei usar postiças por 1 ano,mas sempre que trocava as unhas,dava uma roidinha antes…um caso perdido.
Em 2006 eu fiz redução de estômago, e comecei a tomar a vitamina Centrum diariamente,e minha unha começou a ficar forte de um jeito que eu quase não conseguia mais roer.

“Bolei um plano pra nós duas. Combinei com Talita que nós duas não poderíamos roer a unha do dedo minguinho de cada mão. As outras unhas dos outros dedos estavam liberados pra roer…

Em 2007 realizei o sonho de ir trabalhar na APAE da minha cidade,e na minha turma tinha uma aluna chamada Talita,com as unhas tão roídas quanto as minhas.Tinha dias que as unhas dela sangravam!Eu tinha que fazer algo,mas o que? Eu não tinha moral pra chamar atenção…

Bolei um plano pra nós duas. Eu sabia que não conseguiria parar de vez,então bolei um método que talvez desse certo. Combinei com Talita que nós duas não poderíamos roer a unha do dedo minguinho de cada mão. As outras unhas dos outros dedos estavam liberados pra roer. Depois que este crescesse, passaríamos para o dedo ao lado e assim sucessivamente.
Fizemos o trato e começamos, foi uma luta até a unha crescer, mas deu certo! Por um tempão minhas mãos ficaram horríveis,umas unhas grandes e outras pequenas,mas eu perseverei e consegui! Comecei a ir na manicure e fazer as unhas regularmente…

A Talita? Não conseguiu, tadinha…hoje em dia eu mostro minhas unhas pra ela e digo que as dela poderiam estar igual as minhas, mas ela não liga muito, apesar de ter deficiência mental leve e uma boa compreensão das coisas. Mas eu sou eternamente grata a ela e ao Centrum, que me ajudaram a ter as unhas que tenho hoje. Ah,e eu não tiro a cutícula…

Esse ano influenciei minhas alunas e algumas colegas a cuidar das unhas. Minhas alunas adoravam as cores que eu usava, e acabei fazendo uma caixinha de esmaltes pra deixar na APAE e fazer as unhas delas uma vez por semana. Dos meninos também, só com base para homem.

Virei uma aficionada por esmaltes. Não consigo ir ao supermercado sem passar no stand dos esmaltes, kkkk. Ano passado,em julho,eu contava com 170 vidros, após isso parei de contar.Guardo meus esmaltes em 3 maletas próprias.E agora faço assim:quando não tem mais espaço pra guardar esmaltes novos,eu faço uma boa faxina e faço doação dos que sei que não vou usar mais. Dou pras mães dos alunos da APAE que fazem serviço de manicure nas vizinhas pra ganhar um dinheirinho.

Há 1 ano atrás eu amava esmaltes vermelhos, mas agora minha preferência são os verdes e azuis.Quanto mais diferente a cor,mais me atrai.

Bom, espero que tenham gostado da minha história e que ela sirva de inspiração pra mais pessoas. Pois se eu roí unha por 36 anos e consegui parar, você também pode!

Um grande beijo a todas!

Carmine

Gostaram da história da Carmine? Escreva pra gente e conte a sua história com o seus esmaltes também e seu texto poderá ser publicado aqui. Envie e-mail com fotos para monica [a] 9ml.com.br com título RENOVE.




Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comentários (78)

  1. Ana disse:

    Eu também roia as unhas quando menor… Parei aos 13 anos quando, nos tempos de colégio, fiz um trato com duas colegas. Das três, só eu e uma outra conseguimos dentro do prazo estipulado. A terceira permenceu com o vício por algum tempo até que ela conseguiu parar de vez.

    Apesar de ser em contexto diferente, também tentei ajudar uma pessoa a parar de roer: estávamos em função de vestibular e eu tinha UM colega que “comia” os dedos. Era um horror ver as mãos dele: unhas roidíssimas e, não raras as vezes, com feridinhas. Numa ocasião, resolví levar um par de lixas de unhas para ele e disse “deixa a frescura de lado e, quando der a vontade de roer, lixe-as e não as roa”. Não é que o cara parou de roer !? Era cômico vê-lo puxando a lixinha do estojo para lixá-las, sem o menor constrangimento. Hoje ele é médico e não roe mais as unhas.

    Acho que as tuas palavras finais dizem tudo: se conseguímos, os demais também conseguem! Não é fácil, requer determinação e persistência. Mas vale a pena!

    [Resposta]

  2. AnaC disse:

    Estou amando o RENOVE! Parabéns, Carmine e a todas que conseguiram e vão conseguir parar de roer unhas. Beijos.

    [Resposta]

  3. rafaela videira disse:

    Carmine
    Que lindo o seu trabalho!

    [Resposta]

  4. Joyce disse:

    Sei muito bem o que é tenter parar de roer as unhas e não consegui, pois a uns mesês atrás estava nesta situação , mais nada como ter um pouco de boa vonte e um pouco de esforço que você consegue.Tomara que todas que roem unha consiga também.

    [Resposta]

  5. Aaah… que história legal!!
    Parabéns para Carmine, pelas unhas lindas e pelo enorme coração!

    [Resposta]

  6. thais disse:

    suas sao lindas menina!!! nao creio q vc roia! parabens pelas unhas e pelo trabalho social linderrimo!

    [Resposta]

  7. Bel disse:

    LINDO SEU TRABALHO! PARABÉNS, VC É UMA PESSOA QUE TEM UM CORAÇÃO MARAVILHOSO!

    [Resposta]

  8. Danielle disse:

    Que trabalho bonito! Adorei essa história!
    Sei bem como é a luta para parar de roer unhas… Parabéns para as que conseguiram!
    E, quem ainda está tentando, não desista! Roer não deixa as mãos bonitas e nem saudáveis; as áreas comidas ficam sensíveis e o risco de pegar algum fungo ou alguma doença mais complicada é enorme! Passe base, pinte com algum esmalte clarinho…. Foi o meu primeiro passo; assim que eu fui conseguindo parar de vez! Hoje eu abuso das cores… Troquei o vício de roer pelo vício em esmaltes… E, garanto que foi uma boa troca! ;D

    [Resposta]

  9. Samantha Guimarães disse:

    Essa coluna é ótima!! Belo trabalho que a Carmine faz!!! Tanto o de doar os esmaltes pras mães manicures, e principalmente o que ela faz pelas crianças!!!
    É de mais pessoas assim que o mundo precisa!
    Beijos

    [Resposta]

  10. Delaine disse:

    Parabéns!!!! Lindo trabalho!!!!

    [Resposta]

  11. Lívia disse:

    linda historia, acho tao lindo um trabalho assim!

    Parabens!

    [Resposta]

  12. Amanda disse:

    Adorei!! Parabéns Carmine! Que trablho lindo! Fiquei mt emocionada quando vi a foto! A sua história serve de exemplo, sabia? Vou falar isso pra uma amiga minha… Ela também não consegue para de roer! Bjs

    [Resposta]

  13. Angélica disse:

    PARABÉNS CARMINE,QUE TRABALHO E UNHAS LINDAS !!!!DEUS CONTINUE TE ABENÇOANDO SEMPRE!!!

    [Resposta]

  14. Carmine que lindo trabalho e que belas unhas!

    Parabens e abraços.

    [Resposta]

  15. Káthia disse:

    adorei a historia..uma liçao pra todo mundo
    eu tbm roia qdo era mais novaa, mais colquei aparelho fixo e isso dificultou rsrs e tbm via as outras meninas com a unhas perfeitinhas e queria tbm =D

    beeijo

    [Resposta]

  16. Stella disse:

    Amei a historia da Carmine. Parabéns!
    Eu nunca roi as unhas mas eu tinha o vicio de comer as pelinhas em volta dos dedos ate ficar ferida, inchado, inflamado um horror. As unhas cresciam fortes mas eu não podia pintar porque doia demais. Qdo tinha 12 anos parei de fazer isso porque o amor pelos esmaltes era mais forte, foi dificil, as vezes eu ainda fazia, mas consegui…
    Parabéns a todas que conseguiram parar de roer as unhas.

    [Resposta]

  17. Talithaas disse:

    Lindo post, Carmine realmente os alunos reparam muito na gente né? O ano passado eu fazia a unha das minhas pequenas do Pré porque elas adoravam, sempre reparavam na cor do esmalte, diziam se tinham gostado e tudo… É muito gostoso isso porque eu sei que influencio no cuidado e na higiene, eu vou sempre maquiada e eles também gostam bastante, demonstra asseio não é mesmo?
    Parabéns pelo seu trabalho e a sua dedicação.
    P.S. Adorei a dica do Centrum kkkk

    [Resposta]

  18. Mari disse:

    Boa história!!!
    Também roia unha, mas parei aos 14 anos! Apesar de minhas unhas sempre terem sido fracas e ainda hoje dobrar quando eu aperto, com muito cuidado consigo deixá-las crescer bem :)
    São de histórias como essa que as pessoas que roem unha precisam!
    Beijos

    [Resposta]

  19. Carmine disse:

    Obrigada meninas!!!
    Espero que minha história incentive mais meninas a parar de roer as unhas…
    Sempre fui fã do blog 9ml,e é uma honra participar!
    Bjs a todas!

    [Resposta]

    Mônica Reply:

    @Carmine, Viu o sucesso q fez? :)))
    Obrigada mais uma vez querida. :***

    [Resposta]

  20. Monize disse:

    Nossa, que história mais linda! Esse vício de roer unhas deve mesmo ser terrivel! Eu nunca roí muito, só em época de prova quando ficava muito nervosa. Aí comecei a namorar, ganhei aliança e deixei as unhas crescerem de vez! hoje em dia é muito dificil eu roer. Só as vezes que fico mordiscando uma pelinha ou outra, mas nada muito sério. Suas unhas são lindas! Parabéns por ter conseguido deixá-las crescer!
    Um beijo!

    [Resposta]

  21. Ikya.. disse:

    Já conhecia a história da Mine… realmente é muito Linda e mostra que nunca é tarde para deixar velhos hábitos, e todos somos fortes suficientes pra vencer nossas fraquezas…
    Sou apaixonada pelas unhas da Mine, sempre lindas e com esmaltes maravilhosos…
    Beijos….

    [Resposta]

  22. Gil Carvalho disse:

    Que hitória lindaa, adoreeei! =D
    Suas unhas estão lindas.
    Sabe que quando era pequena eu achava bonito quem roia a unha e até tentei roer as minhas, mas raramente me lembrava de roer até q desisti (vê se pode uma coisa dessas hahaha)
    Beijo

    [Resposta]

  23. miii disse:

    bela historia da Carmine ….sempre vejo as unhas dela na Comu…sempre linda

    [Resposta]

  24. Cintia Dewes disse:

    Muito legal sua história prima, adorei.. Sempre vejo suas fotos no orkut com as unhas pintadas, e adoro!! Parabéns!!!

    [Resposta]

  25. Adriana disse:

    A Carmine é uma querida pra mim, me ajuda muito la na comunidade do orkut que tenho focada em swatches de esmaltes e ela abriu um tópico contando sua história lá, logo depois em minhas pesquisas nos maravilhosos blogs de esmaltes vi essa coluna aqui neste blog tão elegante e sugeri pra Carmine escreve lá essa história magnífica e do bem pro 9ML, nossa fiquei tão feliz que está aqui um exemplo do verdadeiro amor crístico, sou muito grata ao universo pela Carmine existir e compartilhar isso conosco e muito grata também a Monica e as meninas desse blog por nos ajudarem a reconher esse sagrado feminino que carregamos dentro de nós mesmas e que muitas vezes esquecemos nesse mundo que em muitos casos não dão valor a mulher pela sua essência em si.

    Namastê amadas

    PAZ E LUZ A TODAS

    [Resposta]

    Mônica Reply:

    @Adriana, então foi vc!!! Que bom q deu essa ideia a ela e pudemos todas conhecer sua história.
    Esse é um dos objetivos do Renove, Adriana, não deixar cair no esquecimento o que nós mulheres temos de melhor :)
    :****

    [Resposta]

    Carmine Reply:

    @Adriana, minha linda…sabe o quanto adoro vc,né?
    Obrigada por compartilhar na sua comunidade,se não fosse ter visto lá esse cantinho,não teria dividido com tantas meninas legais a minha história…
    Sou viciada na sua comu!
    Bj grande!

    [Resposta]

  26. Mariana Espósito disse:

    Eu também acho a Carmine um espírito iluminado, além de ter unhas lindas, é do bem, tem atitude.

    O mundo precisa de pessooas como ela.

    Obrigada por compartilhar conosco da sua bela história e exemplo de vida.

    Beijinhos!

    [Resposta]

  27. Dell disse:

    Que lindo o trabalho da Carmine!
    Eu tbm já roí as unhas, mas sempre usei esmalte, nos meus cotocos de unha!
    Eu adoro os renove!
    Só uma pergunta, será q tem como descobrir que esmalte a Carmine estava usando na foto com a Pepsi…
    mto lindo o esmalte.

    beijos beijos

    [Resposta]

    Mônica Reply:

    @Dell, É o Congo da Panvel

    [Resposta]

  28. BIA NICASTRO disse:

    Que exemplo, hein!!! Parabéns!!

    [Resposta]

  29. Joice moraes disse:

    Parabéns por ter parado de roer as unhas, mas principalmente por trabalhar com essas crianças especiais um carinho como este deixa o dia delas maravilhoso. Parabéns novamente ha primeira vez que estou comentando rsrs.

    [Resposta]

  30. lais disse:

    Amei a história, Parabéns Carmine! :)

    alguém sabe me dizer que esmalte é esse preto na segunda foto? é lindo!

    [Resposta]

    Mônica Reply:

    @lais, É o Congo da Panvel

    [Resposta]

  31. Lilian disse:

    Amém!!1
    Quer dizer que eu tenho salvação ainda…
    Pois é gente…amo esmalte,mas vivo roendo unhas!

    é uma sina…

    Mas vou ter mais força de vontade!

    [Resposta]

  32. Elaine P. disse:

    História linda! Adorei!

    [Resposta]

  33. Soraya disse:

    Adorei ver a história da Carmine! É parecida com a minha, roí as unhas por 32 anos, já era louca por esmalte, mas usava postiça. Só que não adiantava, roia tanto que levava até a cutícula junto (comia todas as pelinhas do lado dos dedos). Tenho uma linda irmã que tem Down, a Flávia, que também sofre de insuficiência renal, por isso, os médicos pediram para ela parar de roer as unhas (nossa mania era genética, nosso pai roia, rs).

    Fizemos o trato e estamos firmes nele, ela aprendeu a fazer suas unhas, nunca mais roí e nem tirei as cutículas, hoje minhas garrinhas estão incríveis, de tão perfeitas todo mundo pergunta se uso postiças, rs.

    Adoro o 9 ml, leio todos os dias e aumentei meu vício por esmaltes acompanhando essa delícia de blog, mas não tenho muito tempo p/ postar, mas hoje não resisti.
    Bjks,

    [Resposta]

    Carmine Reply:

    @Soraya, vc tem uma linda história pra contar tbm!!!
    Quem sabe a próxima história não é a sua???
    Um grande beijo a sua irmã,e a vc tbm…

    [Resposta]

  34. LUCIANA disse:

    nossa q historia legal eu ja roi unha mas era tao crianca q nem lembro mais sempre gostei de esmaltes se tivesse tempo trocaria a cor duas vezes por semana mas ainda um dia vou conseguir…

    [Resposta]

  35. Mist disse:

    Nossa que historia de vida hein o.o , adorei saber que ela parou de roer as unhas e que ainda ajuda jovens com deficiencia =)

    [Resposta]

  36. Gentem eu tb roia unhas desde a barriga da mamãe,
    Hoje tenho 20 anos e desde Agosto de 2010 eu não roo mais unhas,
    Elas cresceram, mas SEMPRE quebram, bate aquela depressão mas não desisto!
    Adoro esmaltes e sempre tive esse fascínio, só me faltavam as unhas,
    Agora com a dica do Centrum (vou começar a tomar jááá!) espero q elas fiquem mais fortes e parem de quebrar e me decepcionar.

    Bj’s meninas, adoro o Blog, acompanho diariamente só não comento pq aqui no serviço é correria, mas sempre dou (como diria meu amado P. Bial) aquela espiadinha!
    :D

    Beijos!

    [Resposta]

    Reply:

    @Laryssa Ianeli, parei de roer na mesma época que vc! E também de tirar a cutícula. E então minha coleção de esmaltes não pára de crescer… fico aflita no dia que a unha respira, sem esmalte, de medo de quebrar. Esse medo é tanto que uso 2 bases antes do esmalte!!
    Esse Centrum será a salvação das unhas fracas?

    [Resposta]

    Carmine Reply:

    @Má, o Centrum,além da minha salvação pras unhas,foi minha salvação pra não pegar gripe facilmente.Fiquei 3 anos sem pegar nem um resfriado!
    Bj

    [Resposta]

  37. Eliane Almeida disse:

    Que lindoo trabalho amei!!
    Parabéns continue sempre assim!!
    Bjo

    [Resposta]

  38. Ester Borges Nunes disse:

    nossa, que história linda! daquelas de contar pros netos *-*

    [Resposta]

  39. Luciana Petrópolis RJ disse:

    Que linda sua história Carmine, até me emocionei :)
    Também roía as unhas quando era criança, isso durou até uns 12, 13 anos, quando passei a notar que as minhas amigas do colégio tinham as unhas lindas, bem feitinhas, e as minhas aquele mico :P
    Até que parei, tendo algumas recaídas, quando minha mãe me deu esmaltes da Angélica, minha “ídala” de infância, e disse que só deixaria eu usar se realmente parasse de roer.
    O primeiro foi o Maxgold, um dorado lindão, que era moda na época.
    E a partir daí, não parei mais… de pintar e cuidar de minhas unhas, que são minha obsessão atualmente!Bjssss

    [Resposta]

  40. Maryvone disse:

    Parabéns pela linda história de Vida Carmine!!!!!!!!!!

    [Resposta]

  41. patricia disse:

    Parabéns pelas unhas, são lindíssimas!
    Eu tb doo esmaltes qdo tenho demais… rapidinho, antes que me arrependa!
    Os esmaltes salvam minhas cutículas. Se eu mantiver as unhas sempre pintadas, nao fico beliscando.

    [Resposta]

  42. Nicole disse:

    a coluna está ótima! espero q muitas leitoras tenham historias inspiradoras para contar. bjs

    [Resposta]

  43. Soraya disse:

    Eu também roia muito as unhas quando era pequena. Além de tudo ainda chupava o dedo! Mas parei com tudo por vontade própria! Dormia todos os dias com uma meia fina nas mãos.. e nunca mas roi as minhas unhas..

    Linda a história da Carmine!

    ;***

    [Resposta]

  44. Thamires disse:

    Cara, que historia hein? Parabens, menina! To super arrepiada e emocionada…as alunas da APAE devem ficar super faceiras quando veem as unhas feitinhas e pintadas neh? eu queria ver… =D
    Parabens de novo!

    [Resposta]

    Carmine Reply:

    @Thamires, vc não tem noção da felicidade que elas ficam…uma coisa tão pequena,e que faz um bem enorme pra auto-estima delas…
    Bjo

    [Resposta]

  45. Ana Paula CR disse:

    Que esmalte liiiiiiiindo é esse da foto?
    Linda historia, parabéns! Também já roi muito as unhas..
    Beju

    [Resposta]

    Carmine Reply:

    @Ana Paula CR, o esmalte é Congo,da Panvel.

    [Resposta]

  46. Eu rói unha desde criança… até o ano em que me casei ,o pior que até as do pé eu arrancava tudo e deixava carne sangrando. minha mãe ficava muito brava por ter de pintar aquela pele murcha sem o osso da unha. eu nunca tinha ido em salão ai no ano de 2008 quando fui me casar a manicure ficou estarrecida com minhas unhas , sem muito o que ter de fazer pra dar um charme … ela incrementou , pintou e ficou meia boca,,, desde este dia eu nunca mais roi nadinha.. as unhas cresceram… mesmo assim eu ficava anos sem ir a manicure.. nunca fui vaidosa , nem gostava de esmaltes… este ano de 2010 trabalhan do em recepção eu era a mais desleichada , pois todas com unhas feitas menos eu… uma amiga minha me deu um esmalte me perguntando se eu não gostava … eu disse que ate gostava mais que não tinha tempo pra me dedicar… pensava duas vezes no dinheiro do salão empregado em outras coisas,..mas como essa net é viciante e uma coisa leva a outra uma amiga de blogger sempre mostrava as novas aquisições , lançamentos de esmaltes novas cores… fui me empolgando , comecei com 3 esmaltes… ai no feriado de finados de 2010 tive meu net book , hd externo e várias outras coisas roubadas,, meu mundo desabou, não pelo bem material mas pelas fotos , videos e trabalhos de mais de 15 anos que estavam no hd externo e que nunca mais teria… fiquei tão pra baixo.. que pedi demissão do emprego.. chorei uma semana sem parar… ficava dentro de casa no escuro sem ligar tv , nem nada mais… como pedi demissão sai sem direitos e o pouco dinheiro que tinha fui comprando esmalte na semana seguinte a minha pré depressão , comecei a pintar a ujnha com novas cores todos os dias… pintava a noite , e pela manhã ja trocava a cor… comecei a entrar em tudo que é blogger de viciadas opor esmaltes… e descobri que foi a terapia de dar cor a minhas unhas que me levantou.
    amo azul,e roxo …e assim ja estou com 60 vidros de esmaltes.

    [Resposta]

  47. Raiane disse:

    Graças a Deus parei ano passado de roer por que quando via as unhas aqui no nove tão lindas com esmaltes mais lindos ainda não tinha vontade de usar com meus cotoquinhos mas agora minhas unhas são grandes mais vive muitas fracas e quebradiças e de vez e quando tenho que cortalas.Mas esse problema eu vou supera!

    [Resposta]

  48. luciene fiuza disse:

    Parabéns Carmine!!!!

    Meninas vcs precisam ver mais fotos das unhas dela, são lindas!

    bjossss

    [Resposta]

    Carmine Reply:

    @luciene fiuza, Obrigada Lu!!!!Sabe que eu tinha percebido que deveria mandar mais fotos das unhas…agora foi…mas quem quiser me add no orkut,será bem vinda!
    Meu perfil:
    http://www.orkut.com.br/Main#Profile?uid=2270753990406476685

    [Resposta]

  49. Nossa q legal lindo trabalho teh+bjs

    [Resposta]

  50. Jackie Zaninetti disse:

    Nunca roí e acho admirável que consegue parar, pois tenho uma tia que rói unha desde sempre e nunca para, pelo menos agora não rói mais enquanto conversa.
    Vc é prova viva de que gastroplastizada não vai ficar com as unhas acabadas [desde tome cuidado e cumpra os cuidados que o médico prescrever].
    Alunos especiais ficam felizes [mtos deles são sempre felizes, rs] com detalhes pequenos, coisa que um aluno normal nem daria bola, é impressionante, às vezes acho que eles sabem se colocar pra cima melhor que todo mundo.

    [Resposta]

  51. Lourdes disse:

    Acho tão interessante essas histórias!
    Eu particularmente nunca roí unhas, não sei como é esse desespero. Sempre tive unhas muito duras e roer era quase impossível. Nunca tive vontade também, nem mesmo de roer cutícula. Quando via as cutículas da minha irmã todas roídas, não entendia como ela conseguia fazer aquilo (não estou falando ironicamente, eu NÂO entendia COMO ela conseguia encaixar os dentes nas cutículas e as arrancar, que técnica era aquela, sabe?).
    No meu caso,meu vício sempre foi chupar dedo. Já até usei aparelho para parar, mas os quebrava tentando continuar a chupar! Minha mãe já até ameaçou pôr cocô de galinha no dedo, para eu parar…
    Mas aí veio naturalmente a vontade de parar e hoje não chupo mais o dedo. =p

    [Resposta]

  52. Pâm disse:

    Parabeens Carmine! Seu trabalho é liindo :)

    eu também roia muuuito as minhas unhas, minha mae me levava na manicure, mas mesmo assim, eu arrancava tudo ):
    até que aconteceu um incidente, que tive que cortar o cabelo muuuuito curtinho quando eu tinha 12 anos.
    eu jogava futebol, gostava de roupas largas.. enfim, eu era um menino em corpo de mulher hah
    eu decidi parar de roer as unhas quando umas amigas falaram que não iriam convidar um menino (no caso, eu) para a festinha de aniversario dela, que era só para garotas.
    naquele dia, pedi pra minha mae me levar na “Tia Maria” a manicure.
    desde aquele dia, nunca mais rui as unhas, ou as deixei feias. sempre carrego lixa, acetona, esmalte que estou usando e palitinho de madeira na bolsa.
    caso aconteça de estragar uma, é só dar um pulo no banheiro e resolver tudo :)

    [Resposta]

  53. Thaís disse:

    Resolvi parar de roer as unhas a um pouco mais de 2 anos atrás, quando eu ia fazer 12 anos.. porque as minhas amigas diziam que minhas unhas eram feias e iguais de homens. Além disso elas sujavam muito fáceis, no início foi dificil me segurar, comprei o esmalte de gosto ruim da Avon, mas eu roía do mesmo jeito… depois que percebi que não faria efeito, me desafiei ficar 3 meses sem roer ou cortar as unhas… e nesses 3 meses eu consegui parar de roer e elas cresceram e ficaram bonitinhas… daí nasceu o vício por esmaltes….
    Mas apesar de minhas unhas serem bonitas hoje, eu continuo colocando a mão na boca, não dá pra evitar, parece que tem um imã na minha unha e outro na minha boca !
    E além disso não gosto de unha grande… já fiquei muito com unhas grandes, mas eu sou muito apaixonada por unhas curtas s2
    bjs :*
    entrem no meu flickr ?? http://www.flickr.com/photos/esmaltesdathais

    [Resposta]

  54. Carla disse:

    Ai fiquei emocionada Carmine. Tentando ajudar os outros acabou sendo ajuda. Ta ai a teoria de que tudo que desejamos ao próximo volta para a gente. hehe Parabéns muita luz para ti!

    [Resposta]

  55. Laura disse:

    Que cor é esse esmalte fosco preto que apareceu na postagem aí?
    Morri de amores… kkkkkk.
    Laura.

    [Resposta]

    Carmine Reply:

    @Laura, é Congo,da Panvel.
    Bjs

    [Resposta]

  56. Giovana disse:

    Menina, q historia mara!! Parabéns pelo trabalho na APAE!!! Vc deve ser msm muito especial..

    sem falar nas unhas!! Q unhas!!!!!

    Bjukas!

    [Resposta]

  57. Ana Luiza disse:

    Parabéns pelo trabalho. é um trabalho muito bonito e extremamente especial.
    Suas unhas estão lindas e amei o esmalte da foto queria saber qual é a cor, estou louca atrás de um esmalte assism.

    Parabéns novamente e que você tenha muitas alegrias e histórias para contar com essas pessoas mais que especiais.

    [Resposta]

  58. vanessa p. disse:

    adorei a história, falr de esmalte ja é bm imagina quando a gnt pode ajudar otra pessoa.
    Mais gnt q esmate é aquele q ta na unha dela,em? pelo amoooooooooor de Deuuuuus qm souber me conta amei

    [Resposta]

    Gabriela Reply:

    @vanessa p., eu também amei a história, e ainda mais o esmalte, qual é a cor?? carbono com um matte?? bjs

    [Resposta]

    Carmine Reply:

    @Gabriela, o esmalte é Congo,da Panvel.
    Bjs

    [Resposta]

  59. Adriana Salin disse:

    Que super bacana tua história, Carmine! Exemplo de amor, solidariedade e superação. Tudo coisinhas lindas de que precisamos muito em nossas vidas! Que tenhas muita saúde para continuar fazendo o bem a ti e aos outros!

    Beijoca
    Adriana – Porto Alegre/RS

    [Resposta]

    Carmine Reply:

    @Adriana Salin, Obrigada,querida,pelas palavras carinhosas…
    Eu sou do RGS tbm…
    Bjs

    [Resposta]

  60. JANAINA disse:

    Amei,parabéns pra ela,e Deus a abençõe neste trabalho lindo que faz.

    [Resposta]

  61. Thais Alves disse:

    Eu rôo até hoje – apesar de eu AMAR pintar as unhas-, mas só quando elas estão grandes por que dobram com facilidade, são frágeis. A dermato disse que esta é a natureza das minhas unhas e me receitou Biotina pra tomar por 2 meses e passar uma base com 1% de formol. Tô no terceiro dia e agora sim tá começando a melhorar! Tô doida pra passar um esmalte bem lindo pra ostentar minhas unhas fortes! rs

    [Resposta]

  62. amanda rodrigues disse:

    Eu conheci minha bfff qnd tinha 6 anos e ela nao roía unha ela detonava td o q via pela frente.
    Influenciada por ela caí nesse vicio maldito…
    Em 2006,qnd tava com 18 aninhos decidi q nunca mais colocaria a mão na boca e desde então comprar esmalte virou mania, vicio mesmo,estou quase chegando nos 200 vidrinhos, e não tenho a menor intenção de parar de comprar…
    rsrrs

    [Resposta]

  63. Marina disse:

    Parei de roer quando fiz um trato com um ex namorado viciado em drogas. Ele parava o vício dele e eu parava o meu. Resultado: Eu parei, é claro, e ele não. Pelo menos tirei uma lição boa do relacionamento…rsrs hoje amo minhas unhas e não fico 5 dias sem trocar de cor.
    Bjos e parabéns pelo trabalho!

    [Resposta]

O que você acha? Comente!

Para que sua foto também apareça nos comentários, crie um gravatar! Evite colocar links nos comentários, assim ele não será confundido pelo filtro como um spam. Coloque seu link no espaço reservado a ele.